Clique para ampliar

Compartilhar:

VINHO TINTO VALNOVA BAROLO DOCG 2009 750ML

Sobre o Vinho

Barolo DOCG 2013


Área de produção: 11 vilas na região de vinícolas do Barolo.      

Variedade de uvas:  Nebbiolo.

Vinificação: As uvas são desengacadas e amaçadas; fermentadas em tonéis de aço inoxidável em temperaturas controladas (28-30 °C); maceradas com a casca por 12 dias, com bombeamento diário do mosto pela tampa. Envelhecido em barris de carvalho eslavo.

Volume alcoólico: 14% Vol.

Descrição: Aroma de especiarias e de flores secas ao nariz; suave e cheio na boca, com tanino doce. Boa estrutura.

Harmonização:  Carnes de caça, vitela estofada, ensopado de carne, carne grelhada, queijo maturado.

 

Sobre a Região

Barolo é um vinho produzido no noroeste da Itália, Província de Cuneo, região do Piemonte e sob DOCG ou "Denominação de Origem Controlada e Garantida". Ficou conhecido como o Rei dos Vinhos e o Vinho dos Reis. O nome Barolo está ligado à família Falletti, então Marqueses de Barolo, que iniciaram a produção dos vinhos na região.

O Piemonte é uma das famosas regiões produtoras da Itália, conhecida pelos lendários vinhos Barolo e Barbaresco, bem como pelos saborosos Dolcetto, Barbera e Nebbiolo e por seus vinhos brancos gostosos e aromáticos. São vinhos de altíssima qualidade, únicos no mundo e entre o melhor que se pode produzir, de muita personalidade e caráter. A região está em alta e seus vinhos são cada vez melhores e mais disputados.

A casta mais importante da região do Piemonte é a uva Nebbiolo. Os dois maiores vinhos do mundo são produzidos a partir dessa variedade de uva, o Barolo e o Barbaresco. São exemplares extremamente encorpados, com muita personalidade e contam com a presença de um elevado teor alcoólico. Além disso, esses dois vinhos apresentam um maravilhoso bouquet, diferente de qualquer outro exemplar já produzido.

 

Sobre o Processo

Os vinhedos de Barolo possui 11 comunas que podem produzir vinhos desse DOCG, que precisa passa obrigatoriamente por três anos de envelhecimento entre barril e garrafa, e cinco para o Riserva.

Há registros históricos do cultivo de uvas Nebbiolo em Piemonte desde 1235. Porém, no início da produção desse vinho, eram utilizadas técnicas inadequadas, resultando em uma bebida inconstante, mas doce e leve. Isso fazia com que os nobres italianos consumissem com frequência os vinhos franceses, conhecidos por sua qualidade.

Até que a Marquesa Falletti di Barolo, uma francesa naturalizada italiana, casou-se com Carlo Tancredi Faletti di Barolo, dono do palácio Barolo. Apesar de ser francesa, ela não se conformava com a preferência dos italianos pela bebida estrangeira. Então, trouxe um dos melhores enólogos da época, Louis Oudart, para auxiliar na produção do vinho italiano.

A determinação em criar um vinho de qualidade com as uvas da região valeu a pena. Hoje, o Barolo é reconhecido por seu sabor único, que tem origem na quantidade de taninos, que rendem bebidas intensas e concentradas. Apesar dessa característica, a coloração costuma ser um vermelho de pouca profundidade e muitas vezes, com reflexos alaranjados.

Alguns dos aromas mais frequentes nesse vinho são os de rosas, ervas secas e alcatrão. Para ser classificado como Barolo, de acordo com as regras DOCG, o vinho precisa envelhecer pelo menos dois anos em barril e um ano na garrafa. Para receber a denominação “riserva”, são necessários 5 anos — três deles em barril.

 

Nenhuma avaliação para este produto. Seja o primeiro a avaliar!
Informações

azeites extra virgem premium online Razão Social: Companhia do Azeite Ltda ME CNPJ: 17672 680/0001-92 telefone: (61) 3026 0334 Email: Cantinhodoazeite@gmail.com

Pague com
Facebook
Newsletter

Assine nossa mala direta e receba muitas ofertas por e-mail.

Loja segura
Siteseal